Publicado em Pânico

Loucos por animais


Loucos e alucinados por animais

 

A forma como nos relacionamos com o mundo tem muito a ver com a forma com que o mundo se relacionou conosco durante nosso desenvolvimento. Quem sofreu privação afetiva neste período tem muito mais possibilidades de ser frágil na forma de amar e se relacionar. A auto-estima e a autoconfiança serão sentimentos importantes nesta relação.

Não se pode generalizar, mas existem pessoas com repertório social limitado, que apresentam dificuldade em manter vinculo com seus iguais por vários motivos; entre eles está à questão da assertividade, autoconfiança e auto-estima. A pessoa não aprendeu a se relacionar adequadamente. Se estas pessoas se apaixonarem por alguém, com certeza será um amor patológico, ou seja, um relacionamento doloroso com uma grande carga de controle. Isso porque, na avaliação delas, terão dificuldade em aceitar um possível abandono por não acreditarem que são capazes de encontrar mais alguém com quem possam se relacionar. Ocupam-se exclusivamente do parceiro, sem controle.

            Na relação humano/animal, pode ser que “só a morte os separe”. Já a relação entre humano/humanos, muitas variáveis poderão entrar em ação.

O padrão patológico de se relacionar pode acontecer de ser humano para ser humano (com mais freqüência no sexo feminino por questões culturais) e de ser humano para animais. A grande diferença é que Cães e Gatos relacionam-se afetivamente com todos aqueles que lhes dão afeto, alimento e aconchego.  Eles nunca emitirão crítica e não sinalizarão comportamentos inadequados; serão sempre companhias não punitivas.  Irão sempre receber seu dono com alegria, mesmo quando este chega tarde. Não criticarão roupas feias, sujas, apertadas ou fora de moda e muito menos a desorganização. Ou seja, são companhias perfeitas.

É claro que estou me referindo aos excessos; amar e cuidar dos animais é uma ação muito nobre e saudável. O que diferencia o ANORMAL do PATOLÓGICO é a intensidade. E o perigo está no distanciamento justificado (eu me entendo melhor com os bichanos que com os humanos), cada vez maior e que acarreta em prejuízos sociais e comportamentais.

 

Maria de Lourdes da Cunha Sola

Terapeuta Cognitivo Comportamental

Especialista pela USP

CRP: 06/46882-6

 Loucos por felinos

Autor:

MARIA DE LOURDES DA CUNHA SOLA PSICÓLOGA COMPORTAMENTAL E COGNITIVA ESPECIALISTA PELA USP - EXTENSÃO EM PSIQUIATRIA PELA ABP CRP: 06/46882-6 # Atendimento com hora marcada a adultos, adolescentes e orientação familiar. # Transtornos de Ansiedade como: Fobias, Pânico e Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).Estresse,Estresse´Pós -Traumático. #Transtornos do Humor como: Depressão, Transtorno Bipolar e Distimia. # Transtornos de Personalidade. # Transtorno do Impulso como:Oniomania (compra compulsiva), Jogo compulsivo e Tricotilomania ( arrancar cabelos), Amor Patológico entre outros. #Transtornos Alimentares; Anorexia e Bulimia. # Atendendimento ao dependente químico, trabalhando com Prevenção de Recaídas e Relaxamento. # Orientação familiar às famílias de pacientes portadores de Esquizofrenia #Psicóloga e pedagoga, formada pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), com especialização em Análise Comportamental e Cognitiva, pela Universidade de São Paulo (USP). # Membro do Núcleo de Análise do Comportamento de Santos e Região # Acompanhante Terapêutica na SENAT- Sessão Núcleo de Apoio ao Apoio ao Tóxicodependente da Prefeitura de Santos. # Supervisora de alunos de psicologia e profissionais recém formados # Psicóloga voluntária da ONG DIREITO A VIDA

2 comentários em “Loucos por animais

  1. Eu sou uma grande apaixonada por animais! E digo que prefiro animais ao ser humano! Esta explicação que a Solange deu, está perfeita! Abraços

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s